domingo, 27 de fevereiro de 2011

OLHOS AZUIS

Olhos azuis sim, assim era a cor dos teus olhos filho amado.
Eras um pedacinho do meu Céu.
Passam-se as horas.
passam-se os dias.
passam-se as noites.
passam-se os meses.
passam-se os anos.
E separada destes lindos olhos azuis como o céu. Ficam na minha ansiedade de novamente vê-los brilhar como se fossem estrelas cintilantes a mirar-me, a iluminar novamente meus dias, que hora estão cobertos por um manto que não é da cor azul como teus olhos, mas de uma cor que nem consigo decifrar.
Me aquito e logo sinto uma vontade louca de chorar, sem poder.
Vontade de falar, sem ter com quem.
Quanta dor toma conta de minh'alma!
Então! rogo a Deus para que me acalme,
pois sei, que este elo um dia voltara a nos unir.
E estes olhos azuis voltarão a cintilar só para mim.

2 comentários:

mony bonekeira disse...

Linda, esta poesia... me fez lembrar de um caso real.. bjs

Paty disse...

Lindo...lindo...

Seu blog é maravilhoso...