quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

POETA

Tu te entregas e te presenteias,
na existência de invenção das horas,
no tempo em que te afastas do real,
como artesão da arte caprichosa.

Muito além dos últimos vestígios,
deságuas sentimentos nas palavras,
essências que se doam aos que sonham,
com o lirismo do verso preso à alma.

Tu que pares protestos e amores,
e abortas tuas queixas,teus soluços,
já entregaste há muito os teus sonhos,
e eles dormem esquecidos e inconclusos.

Modo de usar-se

"Coitada, foi usada por aquele cafajeste".Ouvi essa frase na beira da praia, num papo que rolava no guarda-sol ao lado.
Pelo visto a coitada em questão financiou algum malandro, ou serviu de degrau para um alpinista social, sei lá, só sei que ela havia sido usada no pior sentido, deu pra perceber pelo tom do comentário.
Mas não fiquei com pena da coitada, seja ela quem for.
Não costumo ir atrás desta história de "foi usada".No que se refere a adultos, todo mundo sabe mais ou menos onde está se metendo, ninguém é totalmente inocente.
Se nos usam, algum consentimento a gente deu, mesmo sem ter assinado procuração.
E se estamos assim tão desfrutáveis para o uso alheio, seguramente é porque estamos nos usando pouco.
Se for este o caso, seguem sugestões para usar a si mesmo: comer, beber, dormir e transar, nossas quatro necessidades básicas, sempre com segurança, mas também sem esquecer que estamos aqui para nos divertir
Usar-se nada mais é do que reconhecer a si próprio como uma fonte de prazer.Dançar sem medo de pagar mico; dizer o que pensa mesmo que isso contrarie as verdades estabelecidas;Rir sem inibição - dane-se se aparecer a gengiva. Mas cuide da sua gengiva, cuide dos dentes, não se negligencie.
Use seu médico,
seu dentista,
sua saúde.
Use-se para progredir na vida.
Alguma coisa você já deve ter aprendido até aqui.
Encoste-se na sua própria experiência e intuição,
honre sua história de vida, seu currículo, e se ele não for tão atraente, incremente-o.
Use sua voz: marque entrevistas. Use sua simpatia: convença os outros. Use seus neurônios: pra todo o resto.
E este coração acomodado aí no peito? Use-o, ora bolas.Não fique protegendo-se de frustrações só porque seu grande amor da adolescência não deu certo.
Ou porque seu casamento até-que-a-morte-os-separe durou "apenas" 13 anos. Não enviuve de si mesmo, ninguém morreu.Use-se para conseguir uma passagem para a Patagônia, use-se para fazer amigos, use-se para evoluir.
Use seus olhos para ler, chorar, reter cenas vistas e vividas - a memória e a emoção vêm muito do olho.
Use os ouvidos para escutar boa música, estímulos e o silêncio mais completo.
Use as pernas para pedalar, escalar, levantar da cama, ir aonde quiser.
Seus dedos para pedir carona, escrever poemas, apontar distâncias.
Sua boca pra sorrir;
sua barriga para gerar filhos,
seus seios para amamentar;
seus braços para trabalhar;
sua alma para preencher-se;
&
seu cérebro para não morrer em vida.
Use-se.Se você não fizer, algum engraçadinho o fará.
E você virará assunto de beira de praia.
Use-se.

Sombras no Cais

Me vejo, neste imenso cais
Sentado a tua espera, sem esperanças
Lágrimas descendo em minha face nua
Destruindo sentimentos secretos.

Partiste sem marcar a hora
Deixaste meu coração partido
Sem um aceno, sem um adeus
Como um pássaro fugitivo.

Me vejo, neste imenso cais
A procura do que me restou
Machucado e sem noção do vazio
Que me devora, com um novo amanhecer.

Renovação

Hoje a poesia tem a cor tocante
Os azuis imperam em tons diferentes
Reflexiva...
A musa se inspira no amor
Apoderando-se do céu e mar,
Como seus perfumes.
Hoje o amor renova-se majestosamente
Esculpido por Deus em Sua obra maior
Recebe enfeites de flores brancas
Trazidos por pássaros em lindos buquês.
Retomando o espaço antes abandonado
Borboletas dançam os hinos dos anjos
Feliz e altiva a vida é o maior presente
Um canto maior colore vibrante
O que antes, de flores era ausente.

COM AS PALAVRAS

Com as palavras
fiz caminhos poderosos
permiti silêncio e diálogo
para encurtar distâncias.

Com as palavras
ultrapassei horizontes,
transpus terras e oceanos
e segui mais adiante.

Com as palavras
aprendi toda a História
e criei os seus avessos,
expondo o lado sem glória.

Com as palavras
combati desigualdades
e provei do gosto amargo,
defendendo a liberdade.

Com as palavras
entendi da humanidade,
e a cada dia me espanto
com suas faces e disfarces.

Com as palavras
me reviso a cada instante,
e ainda me refaço
como simples caminhante

Dança e Contradança

É excitante o jogo da sedução...
Existem códigos claros,
com variações infinitas,
ciência inexata,
que as vezes maltrata!

O jogo da caça, as vezes,
é mais excitante que a conquista,
é delicioso o mel que embriaga
o mágico instante do " cerco" ...

Como medir esta tabela ?
Como saber se o objeto do desejo
Também esta interessado ?

Tudo se resume em sinais
que o corpo emite
sem nos darmos conta...

Uma leitura sutil, um gesto,
Um tom de voz, um baixar de pálpebra,
um não sorrir...dará a resposta
da possibilidade que se busca!

Depois da conquista - a dificuldade:
como manter a chama acesa ?
Tudo segue seu curso, nada pára...
Como evoluir este encanto,
é o que se pergunta!

A sedução é uma dança
e uma contradança...
Necessita, sempre, de movimentos
próximos que a união propicia,
...e do êxtase que o amor nos dá!

NO EMBALO DO PINTINHO

No embalo do pintinho
quero ver você dançar
veja como é boninho
o pintinho a chacolhar

Ele fica se mexendo
vira a cabeça pros lados
o seu corpo vai tremendo
e não perde o rebolado

essa é a dança do pintinho
que eu vou lhe ensinar
começa bem devagarinho
até o embalo pegar

É a dança do pintinho
não precisa medo não
que o pinto é mansinho
e só quer é diversão

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

BOM DIA


Que teus desejos e sonhos se realizem a cada dia e a cada noite.

RENDIÇÃO

Tinto é o vinho que me estonteou
Sangue é o líquido
que as minhas mãos lavou.
Suando vertigens pelos poros
corro sem pedir socorro.
Caio entorpecida,
estropiada e ensandecida,
colocando nas curvas do tempo
os meus temores,
soletrando vênia para as minhas dores.

Passo por cima da angústia que me consome,
revejo medos em forma de segredos
e durmo com meus gnomos.

Presencio sonhos de fúria contida,
penso com a cabeça do destino,
transponho a alça do meu desatino
atada ao cabedal de todos os enganos,
encolho-me fugindo dos meus ermos anos.

Rolo sobre o ventre da terra que me abriga
e aspiro os cheiros destilados,
alí, em meio ao decoro, minha alma suspira
implorando o perdão aos meus pecados.

FLORESTA SOMBRIA

Rompo a floresta úmida e sombria
Dos meus pesares, quando a dor me invade;
Respiro a paz com o chegar do dia;
Não temo as sombras com o findar da tarde.
Porque bem forte eu ouço o lindo canto
Da esperança, que em min'alma ecoa;
Abafo o grito do meu desencanto
E a dor sentida, para longe voa.
Perdôo a quem jogou-me na floresta
Dos dissabores, pois sendo eu poeta,
Não cultivo no íntimo, rancores.
E aí, então, a selva se aclareia;
Sinto a Minh'alma de alegria cheia;
Não vejo espinhos...
Só enxergo flores.

PUXA... DEUS...

Puxa, meu Deus... por que é que a gente sofre tanto ?
...por que é que o pranto chega sem ser convidado ?
Por que é que a vida é feita de desencanto ?
Por que o encanto mostra sempre o outro lado ?

Puxa, meu Deus, por que é que o sonho se dissipa ?
... por que é que a dor se antecipa ao sorriso ?
Por que é, Senhor, que o nosso amor não participa
Da emoção de um coração tão... indeciso ?

Puxa, meu Deus, há tanto sonho em cada peito
Insatisfeito, procurando a alegria
Da emoção de ser feliz, quando é desfeito
Todo o desejo de dar vida à fantasia...

Puxa, meu Deus, se a verdade é tão cruel,
Que a gente minta a solidão e, nos espelhos,
A gente veja um anjo vindo lá do céu
E nunca um homem solitário... de joelhos.

Puxa, meu Deus, é muito triste ser adulto
E ver o sonho envelhecer dentro de nós...
Ver os desejos transformarem-se no vulto
Da solidão humanamente tão atroz...

Puxa, meu Deus, há um milagre em cada prece
Que arrefece quando a angústia é poderosa,
Mas teu amor supera a dor que entristece
O nosso amor, quando a tristeza é mais teimosa.

E se o milagre improvável acontece,
Puxa, meu Deus, a sensação que nos invade
É tão bonita que cativa e enternece
O coração com a mais sutil felicidade...

Por isso, Deus... faz com que a gente realize
Nossos desejos de maneira natural
E que o amor que há em ti nos tranqüilize
Quando a angústia nos trouxer a dor e o mal.

Que o teu milagre surja sempre em cada irmão
Que nos ensine até mesmo sem querer
Que é no pulsar do mais tristonho coração
Que cada sonho faz o amor sobreviver.

Que cada amigo, cada irmão, cada pessoa
Nos surpreenda e nos faça acreditar,
Que cada sonho é uma alma que voa
Quando a intenção de ser irmão nos faz voar.

Desequilíbrio

Desequilibro o oposto,
passo os sonhos,
a realidade não me deu asas,
o mundo já vem completo,
com o triste, o sorriso, o amor.


Desenhei um leito e uma amante,
um lençol estendido sobre o corpo,
pedindo mais, por mais,
insatisfeita, grita meu nome,
volto a cada instante e beijo.


Jogo com meus desejos,
jogo para fora os sentimentos,
e amo, a amo,
como se fosse única,
desequilibrada, louca e vazia.


Desequilibro, desenho e jogo,
toco o céu como se fosse gigante,
não quero sonhos, nem que realizem,
vôo como borboleta livre e acasalo
no casulo da minha existência.


Deixem seus lamentos do lado de fora,
porta afora suas maldições,
entre em meu mundo e pega amor,
contamine-se do meu desequilíbrio,
deseja, toca o céu que a vida contemplou

Falando de amor

Falei de amor,
no meio da chuva, no meio da rua,
falei da paixão, quando nos olhos era dia,
falei de nós pro sol e pra lua.


Disse das noites que beijamos o outro,
quem sabe as canções eram pra você,
as flores que nasceram naquela manhã,
a névoa que fugiu do sol quando acordou.


Vai ser lembrada como estava ontem,
a felicidade a flor da pele molhada de suor,
o desejo fazendo escorrer vontade do sexo,
como uma chama que queima sem machucar.


Falei de tudo que nós vivemos noutras vezes,
falei pra você do prazer que te dei,
falei dos beijos que não precisei pedir,
falou sem reclamar de todo o amor que tomei.


De todas as paradas, parei no seu amor,
larguei os sonhos pequenos pra te amar,
fique certa, nenhum dia vai faltar paixão,
nem o triste volta pra sua vida

SEUS OLHOS

Olhos calmos, perdidos,
apontando horizonte que não posso ver, pairam distantes,
talvez em algum sonho onde os meus estejam também...

Mostram a certeza de um caminho que jamais imaginei
com meus pés alcançar e mesmo estando longe,
distante, abraça meus sonhos sem riscos de despertar.

Olhos de paz, iluminando minha vida que só a noite conheceu,
amor como sol, despontou clareando um céu que em madrugadas frias
escondeu-se, longe das guerras que tão bem conheci.

Mostrou-me os campos libertos onde lhe vi
e falando de amores, chama viva,
trouxe-me o encanto no olhar que me olhou, não resisti...

Ah! Vida de minha vida, olhar sublime que minh'alma abraça,
na paz que me sorri, ama-me no silêncio dando voz ao olhar,
que hoje em meu sim, liberta das dúvidas acolhi.

Volta nas noites onde o frio acoberta meus caminhos com a neve,
o corpo que sem o seu é apenas dor e aquece-me no olhar que traz,
revivendo a alma, que a sua, nesse corpo recebe edificando o amor.

Nos seus olhos encontrei o que sou, se fui ou serei já não importa mais,
é apenas e somente o que sei, refletem sonhos nas mais diversas cores,
arco-íris invadindo os sonhos, traz novas formas aos desenhos que criei.

E recria assim, nas linhas sem fim de um traçado onde o começo não vi,
mas senti o dedilhar da corda que meu corpo acordou,
assim amanheci...

Cantando o amor com a mesma voz que o corpo guardou.
e o jazigo onde a dor meu corpo depositou,
é hoje o leito florido onde seu amor, o meu abraçou.

Só o Amor realiza

Amar de verdade é experiência que apaixona e gratifica, porque só o amor realiza. Há tantos corações vazios, tanta gente insatisfeita, tantos ricos infelizes... porque o verdadeiro amor foi relegado e prostituído pelo egoísmo, esse mal terrível que se infiltrou até o âmago de nossa civilização. Violências e assaltos, ódios e guerras, bombardeios e massacres, domínio e prepotência, injustiça... vocábulos que o amor não criou, mas que proliferam como câncer galopante que arrasa e destrói, que definitivamente mata! Construir uma Civilização de Amor, este é o meu sonho. Uma civilizarão amorizada, que viva o progresso na Paz, na Harmonia, na Fé e na Fraternidade. Onde apenas houvesse uma norma suprema: AMAR SEM RESERVAS. Nada mais... Apenas AMAR! E tudo seria tão lindo na vida! Em nosso planeta - tão pequeno e tão frágil! - AS ROSAS DO AMOR brotariam sem fim. Milhares... milhões... como sonhos coloridos carregados de paz.

E em cada rosto em cada olhar em cada mão: uma promessa de bênçãos, uma promessa de AMOR... Sonho com um mundo em que todos se amem! PORQUE NÃO SONHAR, se o AMOR é o desejo mais forte e profundo de todo o Universo?... Do Amor viemos, para o Amor voltamos. Conscientes ou não, o amor acontece, o amor se propaga, o amor se consolida. Consciente ou não... Utopia ou não, espero um dia poder ver a
Vitória do AMOR!

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

BOM DIA


ROSAS...


Se eu posso sentir seu perfume
Tão distante e tão presente,
Diminuindo essa saudade...
Não saber de você
Só atiça meu ciúme.
Te saber longe e ausente,
Talvez em outros braços,
Vivendo outros abraços,
Dói no fundo
E dói profundo...
Te quero só meu
Por um todo
Pra sempre...
Sou possessiva, eu sei!!!
Sou mulher,
Não uma qualquer,
Mas aquela que te ama!...
Aquela que nas noites te reclama,
Sozinha,
Entre sonhos e desejos...
Tendo por companhia
O perfume das rosas,
Que não dizem nada,
Que ouvem, caladas,
Minhas confissões e meu desespero...
E que me perfumam
Só pra me consolar.

Segredos de Mulher

Toda mulher sonha
Com um amor infinito
Cor azul, sincero e bonito.
Toda mulher deseja
Um homem só pra ela,
Que seja capaz
De Viver e Morrer por ela.
Toda mulher gosta
De flores e perfumes
E a ela sempre agrada um bocadinho de ciúme.
Toda mulher quer viver uma paixão
Que lhe tire a razão
Que a leve ao céu
Sem que os pés lhe saiam do chão.
Toda mulher
É no fundo uma menina,
Mistério que amedronta e fascina
O coração de um homem
Que nada entende,
Que sente e não compreende
Que para ela não há caminho,
Sem prazeres, amor e carinho
E que tudo o que mais precisa
É simplesmente
Ser tratada como mulher.

PERDAS E DANOS

Quantas horas de silêncio
minha alma aguentará?
Quantos caminhos truncados
minha ânsia cruzará?
Calculei o meu relógio
de pulso marcando enganos,
virando gole por gole
desse copo sem tamanho.

Dividi em várias partes
o carinho que doei
recebi penas em dolo
na troca que fabulei.
Joguei virando a partida
e nada ganhei na vida
só resquícios em tantos anos...

Somando perdas e danos
restou em mim a esperança.
Se eu correr só vou cansar.
Parando na vida mansa
ponho a sorte na balança
e escolho o que jogar;
É hora de avaliar.

Uma borboleta me visitou

És linda!
Borboleta descansas na minha janela, próximo a mim,
De onde vens?
Não sei, mas vens com todo colorido, a propagar a mágica da vida.
Como invejo seu vôo, sua liberdade, sua leveza!
Se quero voar, tenho que criar asas imaginárias e entristeço-me quando percebo que estas minhas asas se limitam ao sonho.
Voas em livres movimentos.
És uma bailarina a escrever nos ares, a beleza.
Pousas na minha janela e fico feliz com a sua visita.
Tenho vontade de tocar-te, beijar-te, mas não devo, és muito frágil e temo lhe machucar. Melhor proteger e continuar ver a sua natureza bela e multicolor.
Incorporo-me ao seu vôo, agora sou alada e visito a quem amo.
Humm!!!
Visitar a quem AMO! e aos meus amigos
Um lindo e agradável dia beijos doces para adocicar mais o coração de você

Voar

Quero voar...
Voar em nuvens altas
Onde nasce o sol
Onde surge a lua
Voar...Voar sem limites
Olhar o azul das águas
Seguir as luzes da noite
Que trilham meu caminho
Aliviando meu desalento
Saudade... Sentido...Vivido...
Incessantemente perdido
A procura de um abrigo
O vento sopra no meu rosto
Como se me estivesse a chamar
Sonhar...Sentir...
A brisa que me arrepia
O sol que me aquece
Sentir...O sol que me aquece
Sentir a vida
Que nada, e ninguém
Poderá roubar
O amar
Do meu voar e libertar

A VOZ DA MINHA POESIA

A voz da minha poesia
anda rouca e sem energia,
sussurrando, quase se calando,
exausta e se apagando.
Toda a sua luminosidade,
alheia a sua vontade,
vem se esgotando,
aos poucos fraquejando.
A voz da minha poesia
sente tanta saudade
de uma realidade
que anda distante
e que é tão importante.
A voz da minha poesia
está de resguardo
e num doce aguardo
que possa voltar a gritar
que você é meu
e, de mim, não vão lhe roubar.
A voz da minha poesia,
enquanto isso, vai descansar.

Paixão,vem pra mim !

Estou aqui sem ver você.
Meus olhos bêbados com a imensidão azul do mar,
choram respingos de luar!
Meu corpo ainda clama pelo seu,
Só a sua presença vai curar essa doença.
Paixão, vem pra mim !
Bem que eu quis mudar !
Tentei disfarçar ...
Andei com as estrelas e com a lua ,elas sabem que sou sua,
que o mosso amor não tem fim...
Uma lenda , um mito, uma noticia no jornal !
Nem o Sol e a Lua num eclipse total
são mais importantes que sua presença aqui....
Quero você ...
Vem pra mim !
Se eu digo que lhe amo,pode me acreditar .
Dar-lhe-ei por testemunhas,o céu, as estrelas e o mar ...

domingo, 25 de fevereiro de 2007

BOM DIA


Mensagem do Dia

Do amor, eterno amor
Não tenha vergonha de declarar o seu amor,nem medo de vivê-lo intensamente,ainda que no passado uma dor tenha machucado tanto, que uma barreira invisível,acabou separando você e o seu coração.
Nem tenha medo de parecer tolo,ao se pegar sonhando em pé,lembrando um doce momento,nem se pegue assustado na fidelidade,amor é assim mesmo, quando é amor não tem espaço para mais um.
Quando estiverem longe,não se desespere com a saudade,a saudade é a certeza de que temos alguém em algum lugar,para lembrar e ser lembrado,amar e ser amado, voltar e reencontrar...
Não esconda as lágrimas,ao ouvir aquela música no rádio,que marcou tantos momentos,nem se envergonhe delas.
Deixe-as expressar a ternura,lavando o coração e alimentando a esperança.
E quando se encontrarem, fale do seu dia,mas saiba ouvir, e quando ouvir, ouça atentamente,e quando for gentil, seja doce,e quando faltarem palavras,deixem os olhos falarem,eles não escondem nada,declaram tudo sem nenhum som,e se os lábios se colarem,e se o coração disparar demais,ainda assim, deixe o amor extravazar,vazando pelas gotas de suor que une os corpos,amor não se gasta, se basta.
E se um dia, você não souber expressar esse amor,peça ao vento que leve carícia aos cabelos da pessoa amada,que os pássaros levem melodias delicadas,que o mar em sua força possa beijar os seus pés com suavidade, e toda a natureza, que é criação divina e fruto do amor,leve um grito da sua alma apaixonada:eu te amo,e traga de volta no eco da emoção de alguém:eu também...Eu acredito em você.

ADVERSIDADES

Figuras abstractas povoam os meus sonhos,
Lânguidas paisagens do fim do mundo,
E a morte silente reaviva os entressonhos,
No barro húmido do húmus do todo infecundo.

Temo pela minha saúde mental novamente,
O corpo reage às muitas adversidades,
Tentando contudo manter-me indiferente,
Dou por mim perdido a meio a calamidades.

Ah, quem dera, ser uma pessoa normal,
Levar a vida sem grande sofreguidão,
Neste reino da besta chamada animal.

E parto, sem demoras, para outro lugar,
Não quero mais viver esta minha solidão
E de todo o mal assaz que lhe é natural.

E lá vai a vida... escrevendo em "ão"...

Cansaço... depressão... decepção...
Quantas dores... que terminam em "ão"...
Meu peito está... absurdamente... oco...
Nem sei... se nele... pulsa um coração...
Montanhas íngremes ... escalei...
O afeto foi grande... foi tanto... exagerei!
Mas eu cria que podia... mudar tudo...
Era uma rocha... mas ... desmoronei!
Jamais me deixei vencer... acreditei no
Ser humano... e muito alto.. apostei...
Feridas... bofetadas... hematomas mil...
Quantas lutas ... comigo mesma... travei!
Perdoa... perdoa.. perdoa... meu coração
Pedia... mesmo machucada e maltratada.
Que grande... e árdua batalha... por nada!...
Nunca teria cura... minha alma marcada...
A hipocrisia... é vilã poderosa...
devastando Tudo... é fera que domina... e procria...
Sinceridade... afeição... afeto... carinho...
São fragilidades... levadas pela ventania...
O tempo passa, a vida... velozmente passa...
E a única verdade... é a nossa.
Represada
No nunca mais... no gesto agora tranqüilo...
Aceitando o destino...e sua última cartada...
E lá vai a vida... escrevendo em “ão”...
Gratidão, compreensão, irmão?... -
Ficção!...Utopia perdida na multidão dos sonhos...
Curvando na triste... e derradeira traição...

SILÊNCIO NA ALMA

Ao crepúsculo pontas nascentes
quietude da tranqüilidade
plasmando na imaginação
plano sentido iluminando índole
voando arco do círculo do horizonteespargindo em gotículas paz e amor.
Silêncio na alma
conhecimento da verdade
direcionando luz clarão que produz
fonte cósmica da esperança canção do amor estímulo que sustenta fé que se introduz dentro d'alma libertando impureza
artilharia destruindo valor.Silêncio na alma
oração que forma além nós supremacia do amor
adentrando divindade suprema que irradia superfície terrestreque determina máxima sentença
amplitude serena
MUNDO DA FELICIDADE.

MEU CORPO

Meu corpo é um rio inquieto

que pulsa e estremece...

Chama acesa inflamada que

chama para um doce mergulho...

Uma flor que desabrocha

quando tocada, tecida...

Fonte inesgotável de desejos,

amor, paixão, prazer...

Ouça o meu murmurejar e

venha me amar, me mergulhar...

HOJE QUERO ATERRISSAR!

Estão cansados meus olhos,
de alçar vôos mais altos...
hoje quero aterrissar
nos caminhos deste solo.

Sentir de volta o perfume
que vem da terra molhada,
regada por tantas vezes
com o pranto seco da alma.

Aqui eu volto a lembrar
que tudo não foi só chuva
e que povoei a terra
muito antes de voar.

Esqueço as marcas do tempo
que me fazem despertar
num abraço renascido,
que pensei nunca encontrar.

Enterrei minhas lembranças
no musgo verde das pedras,
nos cumes altos dos montes
e na brancura da neve.

Tantas coisas esquecidas,
esperavam já rendidas,
ver-me alegre como sou;
por elas pude voltar!

NOSSA FOME DE AMOR

Nossa fome de amor é assim
começa mordendo o queixo
e depois ela termina enfim
na troca de ardentes beijos

Nossos corpos se aquecem
nossas almas se amalgamam
todos pudores desaparecem
na certeza dos que se amam

E nessa fome de nosso amor
desfrutamos banquete farto
sentindo na pele o ardor

e nos entregando no ato
desabrochas como uma flor

JA ES MINHA

Já és minha. Repousa com teu sonho em meu sonho.
Amor, dor, trabalho, devem dormir agora.
Gira a noite sobre suas invisíves rodas
e junto a mim és pura como ambar dormido...
Nenhuma mais, amor, dormirá com meus sonhos...
Irás, iremos juntos pelas águas do tempo.
Nenhuma viajará pela sombra comigo, só tu.
sempre viva. sempre sol... sempre lua...
Já tuas mãos abriram os punhos delicados
e deixaram cair suaves sinais sem rumo...
teus olhos se fecharam como

duas asas cinzas, enquanto eu sigo a água
que levas e me leva.
A noite... o mundo... o vento enovelam seu destino,
e já não sou sem ti senão apenas teu sonho...

sábado, 24 de fevereiro de 2007

Estrelas


Eu sinto o encanto das estrelas umas majestosas iluminando o céu real beleza, facetadas como gemas em anel teus azuis brilhantes dançando a sorrir exibem metais prateados com teu faiscar. Leio os segredos em teus múltiplos brilhos sinto outras tristes e solitárias, teus silêncios maduras e magoadas com teu brilhar mostram o opaco com tuas tristezas morrendo aos poucos teu clarear. Comparo as estrelas ao amor as que brilham o vivem em tua plenitude as que perdem a cor, magoadas morrem aos poucos de saudade sentindo a ausência e a dor. Pena não serem todas Dalva pena Vênus não ser um planeta só pena algumas mostrarem tua opacidade perdendo o teu brilho e tua cor.

SONHO

Não altero meus planos
Nem que durem anos
Quero um mundo decente
Onde possa ver gente.
Justiça nesse plano?Lêdo engano
Diferenças prevalecerão
Depende da evolução.
Não há com esperar
De quem não tem para dar
Como esperar bondade?
De quem só vê maldade?
Oportunidades são normais
Mas nós não somos iguais
Cada reação
Depende da cada evolução.
Melhor acertar e errar
Do que nada tentar
Que se erre por ação
Jamais por omissão.
A limpeza com certez
Será pela natureza
Apure seu sentir
E poderá "ver"e "ouvir"

Absoluta Ausência

Oh! Luar da noite, ajuda-me!
Eis-me, no entardecer,
Caminho já estreito,
Deixei-me tomar de repentino,
Tardia, enlouquecedora força...

Após ler as linhas,
Só penso nisso.
Já não consigo esconder ,
Já não camuflo nos ventos que ondulam,
O desejo que toma conta.

O vento sul, que limpa as nuvens,
Bate com insistências as janelas que fechei.
Desliguei a TV, não importa,
Ferrenha, quero por uma pedra, na fenda...

Mas o pensamento, esse matreiro,
Me lembra que lá,
Dentro d´alma
Em todos os momentos
Está o sonho que não ouso sonhar!

E já rememoro, cheia de saudades,
O ritual que agora nego,
O sabor que não permito,
Que gosto terá o suor, o beijo?


E, Lua e Sol que somos,
Chegas e saio de cena.
Silenciosa, sem calor,
Na dolorida madrugada.

Ainda assim, sinta-me, sempre,
Estarei contigo, no mesmo pensamento,
Ainda que em absoluta ausência!

Certeza

De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando...
A certeza de que precisamos continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...
Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo...
Da queda um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro...

Chaves Libertadoras...

DESGOSTOQualquer contratempo aborrece.No entanto, sem desgosto, a conquista de experiênciaé impraticável.
OBSTÁCULOTodo empeço atrapalha.Sem obstáculo, porém, nenhum de nós consegue efetuar a superação das próprias deficiências.
DECEPÇÃOQualquer desilusão incomoda.Todavia, sem decepção, não chegamos a discernir o certodo errado.
ENFERMIDADEToda doença embaraça.Sem a enfermidade, entretanto, é muito difícil consolidar a preservação consciente da própria saúde.
TENTAÇÃOQualquer desafio conturba.Mas, sem tentação, nunca se mede a própria resistência.
PREJUÍZOTodo o golpe fere.Sem prejuízo, porém, é quase impossível construir segurança nas relações uns com os outros.
INGRATIDÃOQualquer insulto à confiança estraga a vida espiritual.No entanto, sem o concurso da ingratidão que nos visite, não saberemos formular equações verdadeiras nas contas de nosso tesouro afetivo.
DESENCARNAÇÃOToda morte traz dor.Sem a desencarnação, porém, não atingiríamos a renovação precisa, largando processos menos felizes de vivência ou livrando-nos da caducidade no terreno das formas.
Compreendamos, à face disso, que não podemos louvar as dificuldades que nos rodeiam, mas é imperioso reconhecer que, sem elas, eternizaríamos paixões, enganos, desequilíbrios e desacertos, motivo pelo qual será justo interpretá-las por chaves libertadoras, que funcionam em nosso espírito, a fim de que nosso espírito se mude para o que deve ser, mudando em si e fora de si tudo aquilo que lhe compete mudar.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

sexta feira


CAIS...

Cais.... porto de tristeza.
Seguras-me como embarcação que naufragou;
eu, nau que derivou
e se perdeu no oceano da vida.
Cais... porto de incerteza.
Com cuidado salvas-me da pungida correnteza
apoiando-me para não afundar
na luta gloriosa de salvar
sonhos devolutos pela maré das ilusões.
Cais....porto seguro.
Segurando-me nas ondas furiosas das minhas indecisões,
prendendo minha âncora ao afago das emoções,
separando-me das vertiginosas peripécias abismais.
Cais....porto escuro... Mas
clareado pela lua separada
que margeia o céu dessa enseada
quando perdeu o rumo, o meu navio.
Espero resoluta e embevecida,
as mudanças do tempo que decida
o navegar na fortaleza que refaz
no luzidio confortante desse Cais.

INDECENTE

INDECENTE SEMI-LOUCA. DEMENTE
VARRIDA FEITO SEMENTE
DO PRÓPRIO VENTRE
EXPOENTE,
NO SEU DESEJO RECENTE
COBERTO DE AREIA E PÓ.

INDECENTE; INVADE UM CÉU INCLEMENTE
QUE CHORA INTRANSIGENTE
VERTENDO A URSA MAIOR.

INDECENTE;
MASSACRA DÉBIL E CARENTE
AS PARTES MAIS DEPRIMENTES
DE UM CORPO FRÁGIL E DOLENTE,
SEM MEDO O ABATE SEM DÓ.

INDECENTE; MENTE DESCARADAMENTE,
FALA QUE É INOCENTE,
MOSTRA A LÍNGUA DOCEMENTE
SORRI FAZENDO O PIOR.

ESSA É PRA VOCÊ

Sempre que a tristeza quiser fazer
morada no seu coração lembre que
a vida é como uma montanha russa:
temos que aproveitar e abrir
bem os olhos para as coisas belas
guardando-as com carinho
na nossa mente.
Quando a tristeza bater à sua porta,
peça para a esperança e o otimismo
recebê-la com um lindo sorriso,
e verá esse sentimento nocivo
se afastar deixando uma
sensação agradável de vitória

As minhas vozes.

Vozes.Sussurros d'alma.
Um canto dolorido,
Escuto vozes de mim.
Vozes, com sabor de finito,
Um chorar de saudades.
O lamento triste
De um adeus!
São vozes que não calam,
Vozes que viveram todas as aventuras,
Vozes que se perderam pelos caminhos,
Vozes de personagens que desapareceram,
Vozes de tristeza,Algumas de sorrisos.
Outras - são de silêncio!
São vozes de mim,Vozes que me falam,
Vozes que chegaram e partiram,
Vozes que são de lembranças,
Vozes do deserto - pelicanos solitários!
Vozes da noite!Do adeus na noite escura!
Vozes - da noite de mim!
São vozes amigas,Inimigas,Amantes,
Do vazio,
Sao vozes da minha vida,
Vozes da solidão!

Redenção

Me vi entre quatro pilastras lascadas,
Contornada de paredes azul realeza;
Eram quatro provas inacabadas.
Adocicado desafio de cruel beleza.

Inalei sutis perfumes, reaprendi orações
Sem escolhas e rebelada, atraquei na vida
Com um rastilho de pólvora nas emoções,
Abracei a jornada previamente decidida

Amarrada por um laço imprescindível.
Numa trama enredada por algozes
Visto minha missão quase inatingível.

Na rebelião pagã de feras, uivam vozes
Vibrando pelas pilastras impassíveis;
Castro-me para o templo dos meus pares.

DEFINIÇÃO

Ter saudade...
É viver sem saber o por quê ,
é dor sentida que não se vê
Ter saudade...
é respirar sem a existência do ar,
é o destino que nos faz chorar
Ter saudade...
é o resultado do amor negado,
é amar sem ser amado
Ter saudade...
é se arrastar em sonhos,
e depois, o despertar tristonho
Ter saudade...
é o desfalecer em todos os momentos,
é o implorar por um sentimento

Ter saudade...
é o prêmio de um simplório,
é o soluçar inglório
Ter saudade...
é o caminhar sozinho,
é ser derrotado devagarzinho
Ter saudade...
é viver no ontem sofrido,
é o ressuscitar no hoje sem ter morrido
Ter saudade...
é abrir o coração para o mundo sorrindo,
pra que não sintam que se esta mentindo
Em fim, ter saudade...
é solidão que mata,
é você que me faz muita falta...

A desilusão é passageira. A ilusão não.

Todos nós corremos o risco de viver grandes desilusões. Algumas vezes você acha que não conseguirá suportar tanta dor. Mas suporta, sim. Você é muito mais forte do que pensa, e se tentar amenizar a dor que agora te abate, verá que o sol brilhará em sua vida antes mesmo do que você imagina. Algumas situações que enfrentamos na vida são como embarcações em que você entra e que estão destinadas a naufragar. Fuja desse naufrágio! Nade com braçadas fortes, porque uma praia de areias brancas e sol forte te espera!

Das utopias

"Se as coisas são inatingíveis... ora!não é motivo para não quere-las...Que tristes os caminhos, se não foraa magica presença das estrelas! "

SONETO AO AMOR

Meu amor não tem distância,
minha alma é pura,
Meu coração é solene, como tudo o que fenece
E se torna em tortura, e logo se desvanece.
Meu sonho vai mais além, minha tez é impura,
E eu vivo torturado além de mim e da minha cura.
Sou como o mar à beira praia, onde se esquece
A areia que é dela, e nela é querida e arrefece.
Minha vontade não tem preço, meu ser perdura
Com a força dos braços, que não permanece.
Minha carne não cede, minha mente é demente
E eu sigo apaixonado como tudo o que consente.
Meus músculos retesados, meu sangue que esquece,
Minha boca de cerejas, minha fruta permanente,
Traz-me aqui o amor, assim, num repente.

A chuva

A chuva forte
que perturba a madrugada
aparece pernoita
da em minha última morada.
E o clarim da Lua escondida
pelas noites chuvosas perdidas.
Derrama então lágrimas de uma última morada
de esperanças, jamais resgatadas.
A chuva forte que Devasta a madrugada é como a vida Sem você:
que Devasta a alma.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

bom dia


Amor Ardente...

É como fogo que queima
Leva-me a loucura insana
De ter você em meu ninho
Sem freios e sem pudores


Sentir o pulsar do seu coração
Ouvir o sussurrar da sua voz
Querer o roçar do seu corpo
Explosão de mútuo desejo


Suspirar por seu beijo melado
Derreter em delírios afrodisíacos
A explorar-me todo o meu ser


Desnudar seus segredos mais íntimos
Guardar seus encantos e mistérios
Acalentar seus sonhos de amor!

Uma oportunidade de conhecer a si mesmo

Uma oportunidade de conhecer a si mesmo
O amor nos dá coragem para olhar nossos medos e termos a ousadia de enfrentá-los!
Por Roberto Shinyashiki
O amor nos dá coragem para olhar nossos medos e termos a ousadia de enfrentá-los!
Viver com alguém que se ama não é somente uma oportunidade de conhecer o outro, mas é também a grande chance de entrar em contato consigo mesmo.
Apenas quando nos vemos é que percebemos o medo de nós mesmos e nos aceitamos como realmente somos.
Começamos, então, a nos capacitar para o amor. O amor nos dá coragem para olhar nossos medos e termos a ousadia de enfrentá-los!
Um dia, perguntaram a um grande mestre quem o havia ajudado a atingir a iluminação, e ele respondeu: “Um cachorro”.
Os discípulos, surpresos, quiseram saber o que havia acontecido e o mestre contou:
Certa vez, eu estava olhando um cachorro, que parecia sedento e se dirigia a uma poça d’água. Quando ele foi beber, viu sua imagem refletida. O cachorro, então, fez uma cara de assustado, e a imagem o imitou. Ele fez cara de bravo, e a imagem o arremedou.Então, ele fugiu de medo e ficou observando, durante longo tempo, a água. Quando a sede aumentou, ele voltou, repetiu todo o ritual e fugiu novamente. Em um dado momento, a sede era tanta que o cachorro não resistiu e correu em direção à água, atirou-se nela e saciou sua sede.Desde então, percebi que, sempre que eu me aproximava de alguém, via minha imagem refletida, fazia cara de bravo e fugia assustado. E ficava, de longe, sonhando com esse relacionamento que eu queria para mim.Esse cachorro me ensinou que eu precisava entrar em contato com a minha sede e mergulhar no amor, sem me assuntar com as imagens que eu ficava projetando nos outros.

O AMIGO INFALÍVEL

Viste calamidades
Que jamais esperaste.
Cultivaste afeições
Que te armaram ciladas.
Carinho que plantaste
Produziu menosprezo.
Não permitas, porém,
Que a tristeza te arrase.
Trabalha, espera e serve.
Não desistas do bem.
Tens um amigo infalível.
Conta com ele.
É Deus.

Mensagem do dia - O amor é tudo.

Ponha amor no coração.

Uma centelha de amor, uma migalha
dele é fermento de grande felicidade.

No seu coração, amor é força na hora de agir, é ânimo
para vencer as dificuldades, é paciência nas demoras,
é esperança ante o futuro e é fé para ser feliz.

Amor e ouro não se pesam na mesma balança.

O amor que você põe dentro de si traz consigo estímulos
para você viver bem, ter alegrias e esperanças sem fim.

O amor que você dá aos outros é o que o
ensina a amar a si mesmo e a ser feliz.

ATRÁS DA PORTA

Atrás da porta, de minh'alma o silêncio
um olhar delineando o papiro vermelho
e na prece calada refletindo no espelho
o eco de mim: já não mais me pertenço...
Num só delta, duas fontes em harmonia
ostentando o viço da primavera em flore
no reflexo da água haurida feito licora
suavidade das almas em sintonia.
Vibra o verbo em cadência,
só pensamentodos lábios calados
sequer uma palavra ditapois o orvalho
se faz presente no momento,e nas
entreabertas sedas e alvas rendas
o perfume da terra numa centelha infinita
desenhando o "tu e o eu", na mesma senda

BOM MESMO É GARGALHAR

Tem gente que não gosta
de poesia mais soltinha
acham que não comporta
a síntese das utopias
acham que chega a ser tosca
uma poesia de alegria

Não sei qual o problema
de se fazer risadas dar
se a alma não é pequena
tudo vale então a pena
por que não o gargalhar?

Engracei-me com o cordel
por que tem a picardia
dos versos cantados ao léu
sob a luz clara do dia
contando as coisas do céu
ou da vida da Luzia

portanto que me desculpem
os que gostam de tristeza
ou só o amor esculpem
em versos de por à mesa
por favor não se enlutem
com esta minha destreza

Desta vida se leva nada
além do bem que possa dar
e uma sonora risada
pode a alma acalmar
por isso galera amada
O BOM MESMO É GARGALHAR!

Poema à toa

Não amo a cor dos olhos
AMO O OLHAR
Não amo a brancura dos dentes
AMO O SORRISO
Não amo o contorno dos lábios
AMO O BEIJO
Não amo o formato dos braços
AMO O ABRAÇO
Não amo o alongado dos dedos
AMO A CARÍCIA
Não amo as curvas das pernas
AMO O ANDAR
Não amo o volume dos seios
AMO O ACONCHEGO
E que bom não seja isto uma escultura
seja apenas um poema à-toa
Porque não amo um corpo
AMO UMA PESSOA.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

BOM DIA


A VIDA....

" A vida é um milhão de novos começos,

movidos pelo desafio sempre novo

de viver e fazer todo sonho brilhar..."

AMANHECER

Quero nascer de novo cada dia que nasce.Quero ser outra vez novo, puro, cristalino.Quero lavar-me, cada manhã, do homem velho, da poeira velha, das palavras gastas, dos gestos rituais.Quero reviver a primeira manhã da criação, o primeiro abrir dos olhos para a vida.Quero que cada manhã, a alma desabroche do sono como a rosa do botão, e surja, como a aurora do oceano, ao sorriso dos teus lábios, ao gesto de tua mão.Quero me engrinaldar para a festa renovada com que cada dia nos convida a desdobrar as asas como a águia em demanda do sol.Quero crer, a cada nova aurora, que esta é a definitiva, a do encontro com a felicidade, a da permanência assegurada, a de teu sim definitivo.

de saudades, sempre...

Hoje,
me perfumei com saudades,
olhando teu retrato amassado,
lembrança há tempos escorrida,
neste meu mundo quebrado.
Nas sobras do choro,
costuro a vida,
e me escondo da tua ausência doída.
Nas dobras do olho,
já não consigo
desfazer o nó que,
há muito tempo,
eu fiz,
nestas minhas duras esquinas.

MEMÓRIAS

São memórias de tempos passadosQue nos levam a crer no futuro,Com quanto estejamos enganados,Mostrando um homem ainda imaturo.

Memórias daquilo que não fomosNão voltam atrás, viver o presenteÉ o que no sonho pomos,Para que o mundo seja diferente.

São resquícios aquilo que temosDoravante, e não importa o subtilQuando temos e não o sabemos.

Sobra-nos por isso o sonho reveladorEm que deitamos fora o inútil,E conservamos em nós apraz o amor.

QUERER-TE

Querer-te é um desejo indelével,

sentimento que caminha em meus sentidos...

Quero-te tanto, como quer o sol o girasol,

luz divina que o mantém vivo...

Querer-te e não tê-lo é mais que

uma dor, é uma coisa profunda,

um inverno que nunca finda...

Querer-te assim, e não poder gritar

ao mundo que te amo, inexisto

e me faço fantasia entregando-me

ao doce enleio, de nunca, nunca acordar

BOM DIA AMIGO!!21-02-07.

Pense e realize, sua auto-realização acontece a partir do reconhecimento de suas próprias qualidades e na dos que estão ao seu redor, possibilitando o respeito e o amor verdadeiro.

EU DESEJO QUE DESEJES

Eu desejo que desejes ser feliz
de um modo possível e rápido,
desejo que desejes uma via expressa
rumo a realizações não utópicas,
mas viáveis, que desejes coisas simples
como um suco gelado depois de correr ou um abraço ao chegar em casa, desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados. Mas desejo também que desejes com audácia, que desejes uns sonhos descabidos e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração, desejes com fantasia e atrevimento, estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida,
onde os desejos secretos são atendidos. Desejo que desejes trabalhar melhor,
que desejes amar com menos amarras, que desejes parar de fumar,
que desejes viajar para bem longe e desejes voltar para teu canto,
desejo que desejes crescer e que desejes o choro e o silêncio,
através deles somos puxados pra dentro, eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente. Mas desejo também que desejes uma alegria incontida, que desejes mais amigos,
e nem precisam ser melhores amigos,
basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar,
que desejes o bar tanto quanto a igreja, mas que o desejo pelo encontro seja sincero,
que desejes escutar as histórias dos outros, que desejes acreditar nelas e desacreditar também,
faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas, que desejes não ter tantos desejos concretos, que o desejo maior
seja a convivência pacífica
com outros que desejam outras coisas. Desejo que desejes alguma mudança,
uma mudança que seja necessária
e que ela não te pese na alma,
mudanças são temidas,
mas não há outro combustível
para essa travessia.
Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados,
que nada fique por fazer, e desejo, principalmente, que desejes desejar,
que te permitas desejar, pois o desejo é vigoroso e gratuito,
o desejo é inocente, não reprima teus pedidos ocultos,
desejo que desejes vitórias,
romances, diagnósticos favoráveis,
mais dinheiro e sentimentos vários,
mas desejo, antes de tudo,
que desejes, simplesmente.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

BOA NOITE


bom dia







SEMPRE ADIANTE

Quando o fracasso apareça, tentando gelar-te a coragem, não esmoreças.Usa a paciência e a fé em Deus, sabendo, porém, que semelhantes qualidades não são recursos estanques.Recomeça o trabalho que te caracteriza as atividades, buscando novo caminho.Se ainda não existe esse ou aquele esquema para tarefas novas, reinicia-te no relacionamento com os outros.Sai de ti mesmo e procura a convivência com aqueles companheiros que, porventura, te possam auxiliar no cultivo de propósitos diferentes a que necessites talvez inclinar-te.Faze-te alguém, à vista dos demais.Alguém disponível.Age, ainda que seja atendendo aos diálogos da via pública, sem o intuito de absorver o tempo alheio.Ouve o que se fala e emite os apontamentos que consideres justos e humanos, no clima dos assuntos em foco, sem criticar a ninguém.Se comentas as provações de algum companheiro, a quem consigas doar alguns minutos de esperança e reconforto, faze isso com amor sem exibição de benemerência.A convite de amigos que te solicitem a atenção e o concurso, para a execução de tarefas julgadas à conta de inexpressivas e pequeninas, aceita os encargos que te forem conferidos, demonstrando gratidão e alegria, porquanto é provável que aí encontres as tuas melhores oportunidades de reerguimento para a reconquista da paz de que necessitas.Ainda mesmo registrando lamentações de pessoas queridas acerca de falhas e quedas, nas quais possivelmente hajas incorrido em dias passados, silencia e trabalha, sem azedume e sem acusações para pessoas quaisquer.Não dramatizes problemas superados, nem te detenhas a minudenciar obstáculos vencidos.Não te concedas o luxo das recordações vazias de construtividade e segue adiante, à procura da tranqüilidade que o novo engajamento em serviços te propiciará.

Deficiências

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz".

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E "Miserável" somos todos que não conseguimos falar com Deus.

ABRAÇA-ME

!... Abraça-me ...!
Te quero junto a mim...
Senti-la como se fosse a ultima vez.
Traga-me o calor de teu corpo, envolva-me com teu carinho...
Conforta minha alma.
Só tu possui o dom de acalentar-me .
Abraça-me...não diga nada...
Abraça-me somente...
Quero senti-la...
Se tiveres que partir, parta sorrindo ai saberei que está feliz...
Mas, abraça-me e saiba que preciso de ti.

Ser Feliz


Lembre-se: Ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes,
trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas,
segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.
Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.
Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem
sabe viajar para dentro do seu próprio ser.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar autor da própria história.


É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de
encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

É beijar os filhos, curtir os pais e ter momentos poéticos
com os amigos, mesmo que eles nos magoem.

Ser feliz é deixar viver a criança livre,
alegre e simples que mora dentro de você.

É ter maturidade para falar: "Eu Errei".É ter ousadia para dizer: "Me Perdoe".É ter sensibilidade para confessar: "Eu Preciso De Você".


Ser feliz é ter a capacidade de dizer: "Eu Te Amo".

Use a inteligência.


O que é o problema?

O problema, a complicação é o que sobra de uma avaliação
malfeita do que ocorre, é a conseqüência de algo.

Não considere nada um problema. Se for uma notícia, ela não é má se
você a aceita; se é o falecimento de pessoa querida, ele dói menos, se
você crê ser isso natural; se as coisas que você quer não acontecem,
isso não lhe aflige, se tem paciência.

Um fato é apenas um fato. Não permita que se transforme em um problema.

Use a inteligência.

Os acontecimentos sempre trazem a solução por companhia.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

BOM DIA


Qualquer Hora Dessas

Qualquer hora dessaslargo tudo pra tráse quer saber mais?
Vou ao seu encontro!
Perco o meu orgulho e pronto!
Peço perdão se for preciso
juro de joelhos o que nunca jurei
e repito tudo que um dia lhe falei.
Qualquer hora dessasempacoto o meu juízo
junto do meu sofrimento e jogo ao vento.
Me dá só um tempo.
Cansei de sempre na razão viajar
agora quero na emoção embarcar.
Qualquer hora dessas eu pulo a cerca eletrificada da minha vida
derrubo o meu muro de Berlim atravesso o meu triângulo das Bermudas
e vou aí e lhe conto os riscos que por tudo isso eu corri e confesso que nunca lhe esqueci.
Qualquer hora dessas eu faço tudo desse jeito eu tenho esse direito!
Qualquer hora dessas eu vou lhe encontrar espere só a minha coragem chegar
pois sem ela não posso viajar....mas qualquer hora dessas se eu perceber que ela não quer me deixar irme espere porque eu vou fugir.

Esta noite

Esta noite... o destino se cruzou;Vais sentir amor e muito carinho,terás vida no beijo que te dou,entrando no leito devagarinho...
Esta noite... quero rosas na cama; Quero vida e saber meu destino,mostrar a essa mulher quem a ama,deslumbrando o eterno feminino.

Esta noite... eu sinto que me abraçou,beijando o corpo... cálido sabor...Senti em mim essa mulher que amoue que em êxtase... fizemos amor.

Esta noite... Acendemos nossa chama, fomos apenas um, em união...E houve tanta loucura na cama, nesse louco bater do coração.

Esta noite... o destino se cruzou.Esta noite... quero rosas na cama; Esta noite... eu sinto que me abraçou...Esta noite... acendemos a nossa chama.

AMO

Amo... Porque amo,
que posso fazer?
És mulher que baila no meu olhar,
numa melodia de amor e prazer;
Amor divino... não pode acabar.
Acredita em palavras do meu peito;
És mulher entre pétalas de rosa,a enfeitar docemente o teu leito.
Esquece o mundo e serás ditosa.
Não lutes com os fantasmas do nada;
Pensa que a vida tudo nos vai dar,
ela não precisa ser sufragada...
Tu e eu fomos feitos para amar.
Nossa alma, em carícia sonhada;
Faremos um mundo para encantar...

ISTO É UM ASSALTO!


Mãos para cima!!!

Passe para cá seu mau humor,
tristezas,
preocupações.
Não adianta reagir...

Agora que me entregou tudo
segue em frente!
Não olha para trás!
E se eu te pegar de novo
por essas "quebradas"
com os bolsos cheios de coisas chatas e ruins
com certeza irei te assaltar novamente!

ERA UMA VEZ

Um dia... Seu dia... Enfim...Todos os dias...E por você não ser específico...Vou entregar-te... Para que te desejem...Porque sei que meu és, sem que eu peçana mais extensa liberdade, esob minha total responsabilidade, poiso meu amar-te não pede a tua permissão...Meu namorado...Tem a pele que gosto...Tem o cheiro que mereço...Tem a química que me atrai...Vive comigo dias... Noites... Anos e anos...É o homem que idealizei...O macho com quem me deito...O moleque com quem brinco.É o homem decidido...É a criança que chora...É a criatura mais bela que me ama.A estatura é que possam imaginar...Seu coração é arrebatado de paixões...Seus sonhos e fantasias... São intermináveis.Com ele me deito... Levanto...Trabalho e descanso.É o homem que prepara meus carinhos...Faz-me gentilezas...É repleto de surpresas.Não reclama...Encanta-me...Não ignora... Pois está sempre atento...É simples como gosto...Sofisticado... Como exigem.Não tem idade certa...Pois a certeza não é necessária...Está sempre abraçado a mim...De garupa... Sentado ao meu lado...No meu colo...No meu leito...Dentro e fora de mim.Meu namorado...É perfeito do meu jeito...Do seu jeito...Fomos... Somos e seremos UM...Sem fim... Pois meus sonhos são eternos...E ele é a parte INTEIRA do meu EU!

ESSA POR QUEM EU SONHO

Verdes são os campos, rosa é o céu,
Azul é o mar, da cor dos teus olhos,
E nos teus cabelos como num breu,
Desprendem-se florzinhas aos molhos.
Ao longe, brancas, são as ovelhas,
E o bom pastor que com elas vai,
Veste pele de cordeiro nas orelhas,
Que com o rude vento por vezes cai.
Trazes à cintura cingida cinta de cetim,
Vermelha bem da cor do carmim,
E eu vejo-te ao longe chegar,
Como se fosse um sonho sequer ousar,
As tuas formas femininas aqui,
Tão longe e, no entanto, tão perto de mim

domingo, 18 de fevereiro de 2007

BOM DIA


Estou aprendendo

"Estou aprendendo a aceitar as pessoas, mesmo quando elas me desapontam.
Quando fogem do ideal que tenho para elas, quando me ferem com palavras ásperas ou ações impensadas.
É difícil aceitar as pessoas assim como elas são, não como eu desejo que elas sejam. É difícil, muito difícil, mas estou aprendendo.
Estou aprendendo a amar.
Estou aprendendo a escutar, escutar com os olhos e ouvidos, escutar com a alma e com todos os sentidos.
Escutar o que diz o coração, o que dizem os ombros caídos, os olhos, as mãos irrequietas.
Escutar a mensagem que se esconde entre as palavras corriqueiras, superficiais; descobrir a angústia disfarçada, a insegurança mascarada, a solidão encoberta.
Penetrar o sorriso fingido, a alegria simulada, a vangloria exagerada.
Descobrir a dor de cada coração. Aos poucos, estou aprendendo a amar.
Estou aprendendo a perdoar. Pois o amor perdoa, lança fora as mágoas, e apaga as cicatrizes que a incompreensão e insensibilidade gravaram no coração ferido.
O amor não alimenta mágoas com pensamentos dolorosos. Não cultiva ofensas com lástimas e autocomiseração.
O amor perdoa e esquece, extingue todos os traços de dor no coração.
Passo a passo estou aprendendo a perdoar, a amar. Estou aprendendo a descobrir o valor que se encontra dentro de cada vida, de todas as vidas. Valor soterrado pela rejeição, pela falta de compreensão, carinho e aceitação, pelas experiências vividas ao longo dos anos.
Estou aprendendo a ver nas pessoas a sua alma e as possibilidades que Deus lhe deu.
Estou aprendendo. Mas como é lenta a aprendizagem. Como é difícil amar. Todavia, tropeçando, errando, estou aprendendo.
Aprendendo a pôr de lado as minhas próprias dores, meus interesses, minha ambição, meu orgulho quando estes impedem o bem-estar e a felicidade de alguém.
Como é duro amar. Eu estou aprendendo.
E você? Sabe amar?"

ANGÚSTIA

Que afogue o meu peito,
que faça dele o leito
por onde minhas lágrimas
desesperadas vão descansar.

Que me derrube em qualquer lugar,
que me escravize sem vacilar,
que me derrote por eu estar
com essa dor que não quer acabar.

Que me faça tremer,
que meu coração não suporte mais bater,
que eu me torne a escrava
de tudo isso que é nada.

Que ninguém posso ver
o que se passa dentro de mim
enquanto a angústia me faz assim
pequena e oprimida,
desestabilizada e sofrida.

Que algum poeta consiga retratar
essa dor imensa que não quer recuar,
que me acordou pela manhã
sem, sequer, me perguntar
se eu estava preparada para enfrentar
o que não tenho como solucionar.

Angústia, palavra mais amarga
que quer dizer tudo
e nunca diz nada,
que machuca muito
e pelos outros não é valorizada.

Só eu sei o quanto ela está me estraçalhando
e o tanto que ela vem me maltratando.

Sua palavra não volta mais.

Sua palavra não volta mais. Tenha cuidado.

Talvez você procure corrigir o que disse, mas a retificação é difícil.

Dê sempre um sentido elevado às suas palavras. Evite as que possam ferir ou humilhar. Mesmo quando você estiver "cheio de razão".
Não diga o que oprime. Ponha-se no lugar do outro.

A palavra justa e boa alivia e alegra, mas a má carrega consigo destruição e tristeza. Está em nós dirigi-la num ou noutro sentido.

Saber usar a boa palavra é um dom inestimável.

A maior dor na vida...

A maior dor na vida não é morrer,
mas ser ignorado. É perder alguém que nos amava e que depois deixou de se importar. É sermos deixados de lado por quem tanto nos apoiava. É constatar que esses são os resultados das nossas negligências. A maior dor na vida não é morrer, mas ser esquecido. É ficar sem um cumprimento após uma grande conquista. É não ter um doce amigo telefonando só prá dizer "olá". É ver a indiferença num rosto quando abrimos nosso coração. O que muito dói na vida é ver aqueles que foram nossos amigos sempre muito ocupados quando precisamos de alguém para nos consolar e ajudar a reerguer o nosso espírito. É quando parece que nas aflições sobramos somente nós nos importando com nossas tristezas. Muitas dores nos afetam, mas isso pode não ser tão pesado se formos mais presentes e atenciosos. Cada um de nós tem um papel para desempenhar no teatro que chamamos vida. Cada um de nós tem o dever de dizer ao outro que o amamos. Se você não se importa com seus companheiros de jornada, você não será punido apenas acabará simplesmente ignorado... esquecido... exatamente como faz com eles...

*HUMANIDADE *

Ah! cega humanidade
Cheia de orgulho e vaidade
Não vê o sinal
Estamos no final...

Fecha os olhos para não ver
Só quer status e poder
"ELE" nos ensinou
É puro amor...

É só olhar as "cidades"
Só calamidades
Tragedias à todo vapor
Guerras, conflitos...desamor

Há dois mil anos atras
"ELE" sempre foi capaz
Veio em corpo "presente"
Pra "limpar" toda a gente...

Sempre por onde passou
Só o amor plantou
"Transcendeu" ...
E tua "vida" por nós deu!!!

Só resta amenizar
E sementes plantar
Tudo está no verbo e na ação
Só mudando dentro "irmão"

Lei da Ação e Reação?
Não dá pra fugir não!!!
Não há outro quesito
Tudo...é livre arbitrio...

Antes daqui eu "partir"
"Perdão quero pedir
Aos poucos que "magoei"
E a muitos que ajudei!!!

Erramos por precipitação
Às vezes por indução
Ferimos inocentes
Que antes acreditavam na gente!!!

Diante de toda "nação"
Peço perdão meu "irmão"
Meu caminho vou seguir
E tudo reconstruir!!!

Bom dia
Boa tarde
Boa noite

QUEM É VOÇE

Tenho procurado respostas nas estrelas...
Quero descobrir.
Quem é você que me enche de alegria
Que do anonimato me fazes tão feliz
Não sei quem és, mas me faz tão bem.Hoje sei o poder que tem as palavras
Elas sabem encantar, vem cheias de doçura
E se vem digitadas pelas tuas mãos tem um poder mágico.
Elas me fazem viajar para um mundo onde só há amor,compreensão, cumplicidade, companheirismo, ternura.
Ah! você me faz tão bem !Se estás tão longe como pode me fazer tão bem ?Como posso sentir o aconchego dos teus braços ?Se nunca te abracei ?Se nem ao menos os teus olhos fitei ?
Como posso senti-los me olhando ?Se nunca senti o calor do teu carinho
Como posso sentir esse calor que emana ?Como posso sentir que está triste
Se nem ao menos me falou ?Ah! Você me faz tão bem.Porque faz isso para mim.Se nem ao menos me conhece ?Nunca nos conheceremos pessoalmente mas sinto como se fossemos amigos a muito tempo.Quem é você aí na telinha, que me manda tanto carinho ?Quem é você que me faz tão bem ?Quem é você que me dá tanta força ?Quem é você que se esconde atrás desta
Máquina fria e gelada ?Acho que sei quem és.É um ser divino que Deus colocou
No meu caminho
É um Doce Anjinho
Que apareceu para me proteger.
Ah ! Como é bom saber que tem alguém que ama as estrelas,Que ama um banho de chuva,Que ama as flores,Que ama seus pais,Que dá valor à vida,Que dá valor à uma amizade,Que sabe o valor que ela
Representa em nossa vida.Nossa amizade é maravilhosa.Aprendi que quando temos Bons amigos, não precisamosde mais nada, o resto vem junto. É consequência.Não sei rimar, não sei brincar com as palavras como você, mas estas tenha certeza que saem de dentro do meu coração.Olhe para a lua linda e majestosa no céu, e sempre que ela sorrir para você... É porque sou eu que estou lá.

sábado, 17 de fevereiro de 2007

BOM DIA


TEMPO SEM TEMPO

Ah! tempo sem tempo de ser buscando pelos ares viagens folhagens que balançam no ar como bailarinas do tempo onde não se conta nem sentea verdadeira essência da vida que flui em sincronicidade com o todo universo buscando interagir em uma unicidade eterna.
Tempo dos tempos irreais vivenciando sempre a ilusão nesse linear que ora vivemos sem saber o real significado dos segundos que compõe o dia a dia sentido percebido de uma maneira ilusória.
Areias que penetram nessa dança marcando lento o compasso que marca a existência humana nesse tempo de inverda desilusões sonhos perdidos numa imensidão que não conta muito menos percebemas dentro dela encontramos o caminho do atempo ralonde passaremos a vivenciar o real divino sem máscaras falsidades inverdades.
O tempo sem tempo sem espaço tudo dentro do UNO eterno e real.
A ampulheta com suas areias
cristalinas estagna passando a ser apenas uma observadora espiralada dançando na energia cósmica levando ao mundo sua eternidade
infinda.

Para Um Violão

Jaz na parede, encostado, aquele que foi testemunha Dos meus loucos amores juvenis, dos meus dissabores, de minhas desilusões, dos meus sonhos mortos, do nó na garganta que sufoca, do cotovelo que se transforma em dor no peito e mata. Jaz, abandonado, seis cordas que dedilhei, no abraço colado ao corpo, de manhã, a tarde,a noite, nas madrugadas solitas, da vida que escolhi, quantas lágrimas soluçamos em tuas notas. Jaz, meu companheiro, solitário e acabrunhado, num canto jogado, meus dedos já não tão ágeis, já não te fazem vibrar como antes. Fizemos tantas serestas, polcas, guaranás, chamamés, fados, em tuas cordas pungentes todos os sonhos que perdi. Meu violão, meu amante, companheiro, vamos voltar à boêmia com novas melodias, cruzar com a lua altaneira, versejando c'as estrelas, beber do orvalho da madrugada na perfumada brisa das campinas, novos sonhos, novas saudades, agora que o tempo já vai ficando tão longo.... e tão tarde.... E eu, - me findo em canção sem melodia, nas enluaradas noites deste sertão.

R O G A T I V A

Deus... Senhor das leis do Universo!
Olhe por mim, sou a pobre perdida,Que neste mundo vaga incontida,levada por um momento adverso.Surrada por negligente batalha,silenciada por rude itinerário,Açoitada em desumano calvário,Encoberta com ignóbil mortalha.Olhe por mim! leve-me o desterro,Alivia-me desta cruel tortura...Dá-me a paz...Liberte-me do erro. Que em Tua luz encontre a ventura,Que me fará esquecer o passado,E eternamente viver Tua brandura.

FLASH-BACKS

"...A vida é um movimento rápido,
um fluir contínuo e mutante...
Estamos sempre nos despedindo de algo
e é simplesmente assim
que as coisas são...Sem enfeite nenhum...
A lembrança dos meus dias e noites passados
permanecem reclusos,
como se fossem um filme
que nunca mais foi visto dentro de mim...
Os flash backs ocasionais
são vagos, irreais,
como se os visse através da cortina
levemente descerrada de uma chuva
que cai, e que me mostra
imagens desfocadas e distantes...
Molhadas de saudades..."

Amar se aprende amando...

De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi: - Eu hoje vou ser feliz ! Vou lembrar de agradecer ao sol pelo seu calor eluminosidade. Sentirei que estou vivendo, respirando. Posso desfrutar de todos os recursos da natureza gratuitamente. Não preciso comprar o canto dos pássaros, nem omurmúrio das águas do mar. Lembrarei de sentir a beleza das árvores e das flores.
Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os atos de meus semelhantes ou companheiros. Vou aprimorar os meus. Lembrarei de ligar para alguém para dizer que estou com saudade !
Reservarei minutos de silêncio para ter a oportunidadede ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças. Vou pensar no que posso fazer para diminuir seus efeitos.
Terei sempre em mente que um minuto passado, não volta mais. Vou viver todos os momentos, proveitosamente.
Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos, nem com atraso, lembrando de coisas sobre as quais não tenho mais ação.
Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de ter,mas em como ser feliz com o que possuo. E, o maior bemque possuo, é a própria vida!
Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção,vou dedicá-las a alguém. Vou fazer alguma coisa para alguém, sem esperar nada
em troca, apenas pelo prazer de ver alguém sorrir. Vou lembrar que existe alguém que me quer bem. Vou dedicar uns minutos de pensamento para os que já
se foram, para que saibam que serão sempre uma doce
lembrança, até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém,especialmente quando sentir que a tristeza e odesânimo querem se aproximar. E, quando a noite chegar, vou olhar para o céu, para as estrelas e para o luar e agradecer a Deus... Porque hoje eu fui feliz!...

SE BEBER NAO CONDUZA


VOAR

Quero voar, quero voar bem alto.Ver o mundo...

Quero sentir o vento...
Quero sentir as gotas de orvalho.
Quero sentir o perfume das flores.
Quero sentir a brisa me tocar
Quero ouvir os pássaros.
Que seu canto seja a nossa canção.
Quero ouvir as ondas do mar.
Que seus grãos de areia sejam seus passos.
Que te guiem..E te conduzam a mim ao som, das águias a cantar
Que orvalho da madrugada
Seja a brisa do amanhecer
Que este amanhecer seja, nosso viver
Que este vôo seja nosso caminhar
Que este mundo seja nosso trilhar
Que estes grãos de areias seja nossos passos
Que as flores sejam nossas vidas
Que as brisas sejam nossas esperança
E que nosso lar seja nosso ninho de amor...

És livre...

És livre na luz do Sol
e livre ante a estrela da noite.
E és livre quando não há sol,
nem lua ou estrelas.
Inclusive, és livre quando fechas os olhosa tudo que existe.
Porém, és escravo de quem amas
pelo fato mesmo de amá-lo.
E és escravo de quem te ama,
pelo fato mesmo de deixar-te amar.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

BOM DIA




Alimento Espiritual.

A saúde no corpo muitas vezes começa no pensamento sadio.
Não dê guarida a magoas e rancores.
Entregue ao tempo toda ofensa.
Se você já é capaz de escolher o alimento de que
seu corpo necessita, também pode selecionar
os pensamentos que nutrem seu espírito.
Tudo passa e o determinismo do espírito é a felicidade e a harmonia.
Um dia você devolverá à natureza o corpo amigo
que serviu ao seu aprendizado no mundo,
restando somente o que granjear na alma,
depositária real de nossos destinos.

A Mensagem do Dia

SEREMOS

Serei teu sutil encanto
como córrego em frêmito
sussuro quente e trêmulo
consagrado em solo santo.
Serás meu verso perfeito
dedilhado em lírica harpa
dançado a mais linda valsa
do mais nobre sentimento.
Seremos almas em pétalas
que no formato do orvalho
cálido vigor do carvalho
vibrando apaixonadas.
E esse amor chegado a tempo
desenhando n'outra pauta que nem mesmo a madrugada
saberá contar ao vento
Eliane Couto Triska

VALORIZE

Valorize os centavos, mas não queira guardá-los demais,

Valorize o amor conquistado, mas não morra por ele,

Valorize o pão na mesa, mas coma apenas para saciar, Valorize o carro adquirido, mas não se mate com ele, Valorize a sua família, mas não viva apenas para ela, Valorize as suas idéias, mas escute também a dos outros, Valorize a sua beleza, mas não fique cego por ela, Valorize a sua inteligência, mas evite a soberba, Valorize Deus, mas não o culpe pelos acontecimentos negativos, Valorize os sonhos, mas lute para realizá-los, Valorize o emprego, mas não se acomode nele, Valorize a casa, mas cuidado com o excesso de cuidados, Valorize a amizade, seja fiel, Valorize a vida, mas não se apegue demais a ela,Valorize a saúde, mas não se entupa de remédios, Valorize as suas qualidades, mas não se esqueça dos defeitos, Valorize as boas notas, mas não deixe de estudar, Valorize a sua fé, mas não deixe de orar, Valorize o bom livro, mas não o deixe na estante para enfeitar, Valorize o sexo, mas reserve hora e lugar, Valorize o verbo, mas não despreze o pronome, Valorize seus esforços, mas não se acomode, Valorize as dificuldades, claro que elas ensinam, mas não precisa ficar sempre nesse aprendizado.

Por fim, entre lutas e batalhas, entre sonhos e decepções,entre as conquistas e perdas, aprenda a valorizar o seu maior valor, o que abre caminhos, aproxima e fecha a ferida, valorize e cultive sempre o amor, só ele liberta e dá o devido valor para a vida.

TENHA UMA QUINTA FEIRA
ABENÇOADA,
SEMPRE COM MUITO
AMOR NO CORAÇÃO,
EVITANDO OS EXCESSOS,
QUE FAZEM MAL AO
CORPO E Á MENTE!!!
(Paulo Roberto Gaefke)

AMIZADE

É a sublimação do amor,
É amor desinteressado
É dar sem nada querer
É se dar ao ser amado.

Amizade é o amor puro,
O amor que Jesus pregou
É triste pensar que exista
Aquele que nunca amou.

Jesus disse:ama teu próximo
Como a ti mesmo, pois bem,
Devemos antes de tudo
Saber amar-nos também.

Como pode alguém no mundo
Dar o que não tem pra dar?
Como podemos, então
Amar sem saber amar?

Temos que gostar de nós,
Amar-nos, ter-nos respeito,
Para poder, então sim,
Amar de dentro do peito.

Um amor que seja leve,
Um amor belo e real
Que não é amor, é amizade
Na plenitude total!.
Marcial Salaverry

A VOLTA E O REENCONTRO

Ah, amada. se soubesses
o quanto me faz falta
o teu olhar e o teu sorriso.

Ah, como desconhecer
dentro de mim, a tua ausencia.

A falta de tua mágica essencia!

Dos teus beijos, dos teus carinhos
e das tuas carícias.

Sim, como ignorar que não mais estas, presente, aqui comigo.

Fisica e sexualmente.

Mas que permaneces guardada dentro de minha alma
e de meu coração.

Sim, como esquecer tantos momentos de Paixão e de Amor.

Vividos, sentidos e compartilhados.

Sim, como ser imune
ao perfume inebriante
de teu corpo e de tua pele
que invadia todo o meu ser.

Em todos os momentos
que compartilhamos.

Perfume que guardei num lugar especial dentro de mim.

E como ignorar os teus orgasmos fisicos e mentais
quando estavamos juntos?

Sim, fale!

De onde estás, me diga
e me responda!

Pois com os meus ouvidos
o que eu quero ouvir
é que você esta voltando
para os meus braços!

Para mim!

Sim, amor, me diga
o que meu coração
e a minha alma querem ouvir!

Que, novamente,
nos encontraremos.

Não importa onde!

E mesmo que, em todo o universo,
eu venha a ter que te buscar
alimente esta minha esperança.

De, novamente, te encontrar!

Sim, me fale,
com as tuas palavras,
onde te escondes?

Onde moras agora?
E em que lugar do paraíso
te encontras?

Em que lugar entre as estrelas estás?

Para que eu possa, finalmente,
te reencontrar!

E, novamente, saber o que é amar!
ROBERTO ROMANELLI MAIA

A dança das mãos

Arrebatada dança noturna das mãos que imploravam
o manto de ouro, ser dos anéis às pedras ensandecidas,
o candeeiro majestoso, perfil que das velas sangravam
um toque indelével da luva beijando a sua face vencida.


Os dedos que exploram as bocas gemendo, a fecundidade
e as pernas adiantam a entrega ao monólogo dos braços;
seios que avançam a dança das mãos expelindo a vaidade
do mel às taças da fome, saciando a febre do ventre colaço.


As nossas mãos confinadas, dançantes algemas indivisíveis
enredando afã maestria, orquestrando às partituras, o nexo.
Nu, retesando o arquilho, a pele íntima em floradas sensíveis
açoitando o braseiro dos corpos em avanço no cio dos sexos.


Balé tão plangente ressuando das mãos o choro do sereno;
ápice do orvalho, pérolas qual um adorno, dueto ou despojo
na entrega encerrada revestindo o cansaço do ato supremo,
e no alegreto corporal adormece tranqüilo um canto de gozo.
Sandra Ravanini

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

BOM DIA


Uma carta apaixonada

Em linhas tortas escrevo
Frases pequenas,tão curtas serenas
De um amor diferente
Que desperta as estrelas
Para no meu papel desenhar

Como um passaro no céu estrelado
Imagino da minha janela ver o mar
Pois entre meus dedos
Lá vem o tempo,tão devagar.

Mostrando lembranças
De tempo mágicos
Repleto de traços
Que ousei lembrar

Tardes calmas
De lembranças suaves
Como a eterna brisa do mar
Aonde por amor
Uma carta apaixonada quis mandar

Dizendo o que sinto
De todo amor que tenho
Guardado no peito
Para lhe dar.

dos Santos

ABRAÇO-TE

Não tentes ficar só,
a solidão é má conselheira,
poderá fazer besteira...
Venha para meus braços,
espero-te para carinhosos abraços...
Para te dar o conforto,
além de meu carinho,
pois esse será o caminho para teu melhor viver.
Não queiras fechar-te,
tens que amar-te.
Amar-te para sentir a vida como ela tem que ser vivida...
Venha... espero-te... Mate a tristeza,
e viva a beleza...
Marcial Salaverry

Acordei...

Hoje eu acordei para sonhar...
Sonhar você, calada
em sonhos que me pertecem,
que me fazem perdida em ti,
em beijos possíveis.
Hoje eu acordei para sentir...
Teu corpo desperta desejos,
ainda que não confessáveis
mas que com a carícia
das minhas mãos
acordam, despertam.
Hoje eu acordei para amar...
Como bicho preso, no cio,
corpos arrebatados,
no eterno balançar
na surpresa do dar-se,
afoitos... a gemer ao contato.
Ah, meu amor
eu simplesmente acordei
com vontade de estar com você...
Mônica Neves

SUA RAINHA

Quando se aventurou em minha vida
o proibido te encantou
Sei de seus outros amores
se embriagou em outras fontes
mas queria matar sua sede
em mim

Eu em meu castelo
a rainha
tão louca,
me apaixonei por ti
um plebeu.

Bebeu em minha fonte
esqueceu o perigo
rondando como lobo
foi me cercando
e tudo aconteceu.

Eu fria e mal amada
ao ser desejada
me entreguei ao sentir seu desejo

Te quero por inteiro
esqueci a nobreza
deitamos em cetim macio
e felizes no calor da paixão.

Eu absoluta, sussurrava
em delírio
me sentindo penetrada
perdi a majestade.

Sou sua escrava
sem coroa, perdida
feliz em ser sua fonte
Sua vida, minha vida.
Luiza Porto

Meu Sonho

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar ?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,e que vens, se o tempo voltar.
(Cecília Meireles)

mutante...

em constante mutação
percorrendo o caminho do sol
transporto-me na luz da emoção...


viajo no tempo da saudade
aportando nas estações
onde a ilusão permanece...


deslizo nas asas da esperança
para encontrar abrigo
no coração de quem ama...


vôo nas tempestades
desafiando a inveja
do mal amado...


navego em mares profundos
onde o azul e o verde
confundem-se na imaginação


percorro solidões
de areias brancas
e perfumes exóticos...


encontro paixão
e empecilhos
além da ingratidão...


vislumbro a luz
tênue e distante
na imensidão...


e sem desistir
mergulho no tempo
sem medo de amar...


pois sei
que nesta estrada
irei te encontrar...


Millie

Olhos Tristes

São iguais no destino e na tristeza,
As violetas e os olhos teus.
Entre as pétalas roxas da flor esquiva,
Sorri a esmola do aroma,
Perfumam sem ser vistas.
Os teus olhos iluminam da sombra,
Fechados sob as pálpebras,
Adormecidos sob os cílios,
Por mais longe que ande o coração incerto.
Perdido na distancia indeciso,
Entre os atalhos dos caminhos sem luz!
Duas violetas, cor da viuvez,
Monjas transviadas da clausura,
Em voto de humildade fecham-se
Em torno dos teus olhos
Nas magoadas olheiras roxas.
As tuas sobrancelhas negras,
São duas tarjas de luto
Sobre os teus olhos tristes...
Pilar Casagrande