quarta-feira, 26 de maio de 2010

SAUDADE DAQUELA MENINA

Sempre somos assaltados por doces recordações...

Quantas lembranças, velhas fotos revendo,

a saudade aperta, as lágrimas correndo,

recordações se avolumando,

e com saudade vamos lembrando...

Doces momentos,

hoje são lamentos...

Daquela felicidade,

ficou a saudade...

Como era gostoso vê-la em seus folguedos,

quando se assustava, tirava seus medos,

sempre com uma brincadeira, uma piada,

e já te deixava sossegada...

Linda menina,

sua lembrança sempre me fascina...

Tempo feliz que não volta mais,

mas... esquece-lo, jamais...

Embora longe de nosso aconchego,

conrtinua sendo aquela menina,

que sempre queria o

"pataco", ao invés do sapato...

1 comentário:

josi disse...

Mto emocionante esse poemas,faz nos lembra da nossa infância,a criança que existiu e que ainda mora dentro nós.