segunda-feira, 19 de abril de 2010

CADA POVO TEM O GOVERNO QUE ESCOLHE

Quando o arquiteto projeta sua idéia no papel, ele transfere sua criação na edificação do seu objetivo. Abre o alicerce e lança a pedra fundamental.

Assenta o primeiro tijolo e sucessivamente um após o outro, sua obra desenvolve-se até o final.

Assim o Primeiro Grande Arquiteto projetou e criou a vida. Da ameba modificada pelo tempo, fez o homem e o proveu de igualdade entre si, nivelando-o pela base. Deu-lhe sabedoria para que através dessa, pudesse desenvolver a fraternidade. Ofereceu-lhe liberdade e o livre arbítrio, para que pudesse escolher qual árvore plantar e qual fruto colher, para melhor saborear.

Um governo é feito de homens e estes conduzem o destino de uma nação, mas, cada nação tem o governo que merece, ou cada povo tem o governo que escolheu.

Assistimos e continuamos a assistir catástrofes no mundo em que vivemos. No Brasil, país em que nascemos, assistimos e ouvimos através dos meios de comunicações, notícias de vidas inocentes ceifadas, não pelas catástrofes provocadas pela força da natureza, mas pelo descaso do homem, daqueles homens que escolhemos para melhor fazer por nós, ou para melhor fazer pelo seu povo, e o melhor eles estão fazendo e vão continuar a fazer, loteando e permitindo loteamentos em cima de lixões desativados e encostas de morros prestes a desmoronar. E quando essas encostas e lixões desmoronam levando tudo morro abaixo, sepultando vidas humanas, fruto do descaso e da negligência do governo que escolhemos e elegemos esses homens governantes, para se mostrarem solidários, vão dar um passeio a pé no local da catástrofe (porque de carro o terreno não permite), para que sejam vistos e observados pelos tolos, enganados por eles e assim ainda o admirem.

As eleições estão próximas e cada povo faz o governante que quer ou cada nação tem o governo que merece, porque é o povo que o escolhe.

Sem comentários: