segunda-feira, 19 de abril de 2010

AQUELA PAUSA PARA MEDITAÇÃO

Aquela pausa para meditação... Como precisamos faze-la de vez em quando, pois sempre será necessário faze-la.
Temos necessidade de parar para pensar, para que assim, possamos reavaliar certas atitudes, ver o que estamos fazendo, como estamos vivendo, para então chegar a conclusões sobre o que realmente queremos para nós, estes, são os momentos que temos para definir nosso futuro. E para tanto, é preciso fechar para balanço, fazer um recolhimento interior, e consultar nossa alma.
E são muito importantes esses momentos de recolhimento interior, pois nos permitem repensar na vida, ajudando-nos a chegar a um porquê sobre as mais diversas coisas que direta ou indiretamente podem afetar nossa vida e a de terceiros.
É importante meditar profundamente, pois assim, poderemos descobrir certos acertos ou erros que poderiam ter passado despercebidos em um primeiro e apressado julgamento.
Sempre devemos analisar profundamente antes de tomar certas atitudes. Principalmente quando poderão causar profundas modificações em nossa vida. E mais ainda, podem afetar a vida de pessoas muito próximas a nós. De nossas decisões, poderá depender a vida e o bem estar de mais alguém. Portanto, o momento exige uma reflexão muito bem feita. Muitas vezes, não poderemos voltar atrás para corrigir eventuais falhas que um julgamento apressado poderá provocar.
E assim, após muito meditar, ter a certeza de que aquilo que vamos fazer, realmente é o melhor para nós. E pode ser o melhor para quem estará dependendo do que decidirmos, e que tambem deverá ser consultado.
Sempre que estivermos a ponto de tomar decisões importantes, é assim que se deve agir. Seja uma mudança de emprego, uma mudança de cidade ou de País... Decisões que poderão envolver uma situação familiar. Coisas importantes não devem jamais ser resolvidas num impulso de momento, principalmente quando existir outras pessoas que poderão sofrer os efeitos do que resolvermos. Nesse caso, elas também deverão ser consultadas e ouvidas.
E sempre deveremos consultar bem nosso interior, para saber se é realmente isso o que queremos. Muitas vezes nos deixamos levar por idéias errôneas sobre determinadas situações, e se decidirmos açodadamente, num impulso de momento, poderemos cometer erros crassos, criando situações de efeitos irremediáveis.
É assim que devemos sempre fazer. É essa a melhor maneira de se tomar decisões. Acreditem que é realmente o melhor a ser feito. Todas as grandes mudanças em nossa vida devem ser decididas após um "Silêncio Meditativo". Após uma "mesa redonda" com demais interessados. Afinal, se o destino de outrem também está envolvido, temos que conhecer sua opinião. Seu espaço deve ser respeitado. Jamais poderemos resolver por nossa conta e risco a vida de terceiros, pois não será uma atitude justa e coerente.
Assim, quando uma decisão for tomada, ela será consciente e definitiva.
Espero que todos estejam de acordo com uma decisão que vou tomar agora. Estou decidido a ter UM LINDO DIA, e espero que todos também o tenham.

Sem comentários: